ESTARÁ A HUMANIDADE ENTREGUE À PRÓPRIA SORTE?

Quase acreditamos que sim, visto que a Humanidade, sempre orientada pelos avataras (manifestações divinas), que em prol da evolução humana sempre se sacrificam, teve mais do que tempo suficiente para viver, não impecavelmente, pois o homem não está de todo formado, como também não está a própria Terra, mas o sagrado dom da vida, misericórdia, deveria ser mais respeitado e levado a sério.

Obedecendo à Matemática Divina, a face da Terra sempre teve a ventura de junto a si habitar Seres bastante evoluídos, vindos de esferas mais luminosas, cuja genialidade e compaixão inegavelmente têm impulsionado a evolução material e espiritual do homem.

Esse tempo, no entanto, parece ter se esgotado. Não é preciso pensar muito a respeito para constatar que a Humanidade está sem freio e sem rumo. Levas de seres, por razões as mais diversas, fogem de suas terras rumo a outros países onde nem sempre conseguem chegar ou ser aceitos. Os noticiários e o que ao vivo se assiste, mostram bem que o respeito, a bondade, a solidariedade, são hoje virtudes raras, substituídas pela confusão generalizada, a insatisfação da grande maioria, a violência desmedida, o desrespeito à mulher e à criança, a idolatria ao corpo e a crueldade em todas as suas horrendas manifestações.   

Essa distorção dada à Vida é prato cheio para as forças sombrias que pululam no astral inferior da Terra, cuja superfície do planeta diariamente se contamina com o sangue derramado por tantas mortes violentas, acabando por praticamente se equiparar àquela região sombria astralina. Estaríamos vivendo o chamado “final dos tempos”? O Apocalipse bíblico? Se for, subentende-se que a Humanidade, por ausência de vigilância dos sentidos, deixou-se dominar pelas forças desintegradoras, extremamente cruéis, espertas e rancorosas, pois o ambiente da face da Terra se lhes tornou propício, e é onde elas se banqueteiam, influenciando na mente dos desavisados, dos incautos, dos fanáticos, dos descrentes dessas coisas, tudo que de ruindade elas possuem. Uma esperança, porém, existe: na vida tudo tem princípio e fim, um dia, não sabemos quando, a Paz reinará, mas até lá, cuidemos para não desestruturar ainda mais e de forma irreversível o maravilhoso DOM DA VIDA.   

_______________
Zélia Scorza Pires
09.03.2014  

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Generic selectors
Palavra Exata
Procurar nos Títulos
Procurar no conteúdo
Poesias
Livros
Filtrar por Categorias
Artigos Bibi
Artigos e Diversos.
Artigos Eymar
Artigos HJS
Bibi
Eymar
Fotos Bibi
HJS
Notícias
Poesias Bibi
Poesias Eymar

Livros de Adiel

  • Quando Deus É Feito Homem
  • Muito Pouco de Muuuito
  • capa-joana-e-as-sementinhas
  • Capa-a-rosa-e-o-edificio
  • capa-os-numeros-e-suas-queixas
  • capa-a-borboleta-filosofa
  • capa-cartilha1
  • capa-cartilha2
  • capa-cartilha3
  • capa-cartilha-4
  • capa-as-letras-na-montanha-thumb
  • capa-os-gemeos-espirituais